José Melo teve prisão convertida para preventiva Reprodução/Facebook

A Justiça Federal do Amazonas decretou a prisão preventiva da ex-primeira-dama do Estado do Amazonas Edilene Gonçalves Gomes de Oliveira na manhã desta quinta-feira (4).

O ex-governador do Estado José Melo (PROS) teve a prisão temporária convertida para preventiva e permanece preso na Superintendência da Polícia Federal em Manaus.

O novo prazo de prisão do ex-governador cassado por compra de votos é de 30 dias. A decisão foi asssinada pela juíza titular da 1° vara Jaíza Maria Pinto Fraxe.

Acusação

De acordo com o Ministério Público Federal, Melo e sua esposa são acusados de lavagem de dinheiro, associação ou organização criminosa, ocultação e destruição de elementos de provas, revelados “após análise dos elementos de prova colhidos durante a fase ostensia da operação”.

Ainda segundo o texto, o casal é acusado também de intimidação de testemunhas, na ocultação de bens e interferença de investigação criminal.

Histórico

Melo e seus três ex-secretários de Estado foram detidos no último domingo (31) — o quarto se entregou no dia 1º de janeiro.

A Justiça Federal determinou as prisões após acatar pedido do Ministério Público para reverter decisão do juiz de plantão Ricardo Salles, que, no dia 26 de dezembro, libertou o ex-governador e os ex-secretários.

O ex-governador do Amazonas foi cassado em maio do ano passado por compra de votos na eleição de 2014. Na época, ele afirmou que considerava a decisão injusta e negou a prática de qualquer ato reprovável.

http://www.matipoweb.com.br/wp-content/uploads/2018/01/2ir5fihscf_5uhtt2yqgd_file.jpeghttp://www.matipoweb.com.br/wp-content/uploads/2018/01/2ir5fihscf_5uhtt2yqgd_file-150x150.jpegJose RobertoPolíticaAmazonas,EX-GovernadorA Justiça Federal do Amazonas decretou a prisão preventiva da ex-primeira-dama do Estado do Amazonas Edilene Gonçalves Gomes de Oliveira na manhã desta quinta-feira (4). O ex-governador do Estado José Melo (PROS) teve a prisão temporária convertida para preventiva e permanece preso na Superintendência da Polícia Federal em Manaus. O novo prazo de...